MP da reforma recebe 967 sugestões; trabalho sem hora fixa lidera propostas

A medida provisória (MP) que altera pontos da reforma trabalhista recebeu 967 emendas (propostas de mudanças) de deputados e senadores. As regras do trabalho intermitente, quando o empregado não tem horário fixo e ganha apenas pela horas ou dias trabalhados, são as que mais receberam sugestões.

O dado faz parte de um levantamento feito pela consultoria política Contatos a pedido da CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros).

O segundo tema que mais motivou emendas foi o negociado sobre o legislado, ou seja, a possibilidade de que acordos entre patrões e empregados se sobreponham às leis trabalhistas em alguns pontos, como a jornada de trabalho. Foram 67 emendas apresentadas sobre esse assunto.

Outro tema polêmico, que gerou o terceiro maior número de emendas (58), foi a possibilidade de mulheres grávidas ou que estão amamentando trabalharem em locais insalubres, ou seja, que podem fazer mal à saúde.

Fonte: UOL

Fale conosco
Rua Gal. Tertuliano Potiguara, 575
Aldeota - CEP 60135.280
Fortaleza - Ceará - Brasil
Tel. +55 (85) 4009 6999
Fax. +55 (85) 4009 6992
contato@cletogomes.adv.br
NEWSLETTER

Assine nosso informativo

Email*