Em 15 de maio, o Banco Central do Brasil informou às instituições participantes do Bacen Jud 2.0 que, em cumprimento ao Acordo de Cooperação Técnica 041/2019, firmado em 18 de dezembro de 2019, estaava desenvolvendo o SISBAJUD.

O novo sistema manterá o mesmo layout e protocolo de comunicação do BacenJud, incluindo os tipos de arquivos do STA e permissões utilizadas pelas instituições participantes para recepção e envio dos arquivos. O objetivo da mudança é dar mais transparência, eficácia, e promete agilizar tanto o processo de busca de ativos quanto os desbloqueios de valores quando constatada ilegalidade.

A previsão é de que o SISBAJUD comece a funcionar em setembro desse ano de 2020.